Arquivo da tag: elefantes

Lua de Mel – Quênia – The Arc

É incrível como depois de um dia tão emocionante como foi o do restaurante The Rocks, eu pudesse me surpreender tanto nos dias seguintes também. Foi assim com o Quênia!

Este é um post já do 3o dia no Quênia, mas depois eu volto para contar como foram os dois primeiros.

Depois de partir cedo, ás 7h30, de Amboseli, e de me despedir do Kilimanjaro, tiramos algumas fotos no caminho e pegamos a estrada em direção ao Parque Abardares.

Até sair do parque de Amboseli, estrada de terra, por uns 30min, deopis asfalto, mão dupla! Na primeira 1h de viagem, vimos mais vacas atravessando a pista do que carros passarem. Mas em algum momento, já mais perto de Nairobi, o trânsito começou a ficar pesado, engarrafamento, poluição, muitos caminhões e ultrapassagens bem tensas!

Pra quem é de Brasília e conhece a fábrica de cimentos Fercal, aqui, a fábrica de cimentos se chama Simba e seu slogan é: “King of the concrete jungle.”. E a logo, é claro, é um leão! A galera da escalada deve ter curtido esse paragrafo!

Paradinha para almoçar em Nairobi, chegamos antes do almoço ser servido, então aproveitei para ir sacar dinheiro. Tensão! O caixa mais perto era num shopping, parecido com o que sofreu o ataque terrorista aqui em Nairobi, há mais ou menos um mês e onde mais de 70 pessoas morreram. Policiais nas entradas do shopping revistam as pessoas, fui rapidinho no caixa, saquei a grana e voltei são e salvo pro hotel aonde iríamos almoçar.

Almoço top, free wi fi, boa hora pra ver alguns emails e postar foto no instagram =).

Depois de mais 3h de carro, chegamos no Country Club de Abardares, deixamos nossas malas e só pegamos uma muda de roupas para passar uma noite no The Arc. Wow de novo! Mais um lugar incrível que nos surpreendeu, já conto o porquê.

O hotel fica numa região montanhosa, aproximadamente 2500m acima do nível do mar. Vegetação mais densa e alta, mais complicado de avistar animais de longe, porém esse clima diferente deu novos ares ao Safari.

Entre o Country Club e o The Arc, fomos levados de ônibus e logo na entrada do parque já encontramos javalis (no estilo Pumba do Rei Leão), búfalos (ok, isso a gente vê no Brasil), elefantes (legal, já tínhamos visto centenas em Amboseli), mas, mesmo de longe, avistamos leopardos, wow, fiquei muito feliz, eles são mais raros de se ver e já vimos logo dois.

O hotel é muito legal, todo de madeira e a ideia é ser uma Arca de Noé. Ele fica estratégicamente localizado em frente a um laguinho onde cirulam animais o dia e a noite inteira. De qualquer lugar do hotel pode-se observá-los pelas janelas de vidro ou varandas.

Onde quer que você esteja, você olha pela janela e parece que você está assistindo ao National Geographic ao vivo!

Nos primeiros 30min de hospedagem já pudemos ver vários elefantes, búfalos e uma hiena.

O hotel tem câmeras ao vivo 24h/dia e quando algum animal é visto, eles tocam uma sirene, para todo mundo ir para algum observatório. As sirenes tem um código: se tocar uma vez significa elefante, duas, rinoceronte, três, leopardo, e 4 vezes, algum animal mais raro, como uma hiena, que tivemos a sorte de ver já duas vezes.

Outra coisa que faze o hotel ser muito legal: os quartos possuem roupões pendurados num cabide perto da porta, para cada toque uma sirene e você esteja desprevinido no modo de vestir, é só botar o roupão e correr pra um observatório.

Eu falei que era friozinho aqui né? Voltar da varanda fria pra cama no meio da noite deve ser ruim né? Não aqui, eles colocam umas bolsas de água quente de baixo da coberta para esquentar a cama, demais né?

Mais uma curiosidade: as portas dos quartos não tem chave, basta apertar a maçaneta e entrar.

A decoração é incrível, de madeira, com sofaszões e poltronas de couro, com mantas de estampa de zebra, leopardo e uma cabeça de rinoceronte na parede, em cima de uma lareira. Mas tudo de mentira, só pra ambientação e para deixar o lugar muito aconchegante!

Jantamos, com dieito a salada, sopa, principal e sobremesa, tudo no esquema full board. Fomos para o quarto tomar banho, quando tocou a sirene três vezes, era um leopardo na frente do The Arc. Me vesti rapidamente, peguei a máquina, mas quando cheguei lá, ele já tinha se escondido na mata, de qualquer forma, foi divertido ouvir a sirene e ter que sair correndo para ver o que que é!

Noite tranquila, cama quentinha, acordamos cedo, pra variar, e partimos rumo ao Lake Nakuru!

Seguem alguns cliques da estada, ou seria estadia, já que estávamos na Arca de Noé?

01-IMG_4783 02-IMG_4785 03-IMG_4806 04-IMG_4807 05-IMG_4810 06-IMG_4811 07-IMG_4819 08-IMG_4822 09-IMG_4845 10-IMG_4854 11-IMG_4855 12-IMG_4899 13-IMG_4907 14-IMG_5384 15-IMG_5393 16-IMG_5395 17-IMG_5408

Kwa heri!