The Rocks Zanzibar

Lua de Mel – Zanzibar – The Rocks

Lua de Mel – Zanzibar – The Rock Restaurant

WOW! O post de hoje vai ser dedicado ao restaurante mais incrível que eu e meu amor já
fomos na vida, o The Rocks Restaurant.

No dia anterior a noite, havia feito uma reserva para 2 as 13h no The Rocks. Eu já havia
visto fotos, mas sempre desconfiei que aquilo ali pudesse não ser verdade. A ligação para a
reserva era um primeiro passo para começar a acreditar.

Ontem de manhã, liguei novamente para confirmar e eles já tinham meu nome lá, o sonho pra
mim já estava se tornando realidade ali naquele momento.

Como os taxis no hotel eram mais caros, fui até a praia pra falar com o Said, um local que
eu tinha ficado brother e que arrumou uns tours pra gente durante toda nossa estada na
ilha.

Fechamos um preço, e as 11h15 partimos para confirmar se o restaurante realmente existia.
1h45min e 90km depois, chegamos em Michamwi Pingwe, a praia onde fica o The Rocks.

Saimos do carro, e lá estava ele, em cima da pedra, com cobertura de palha e paredes
branquinhas. A Pá ficou tão emocionada que falou que estava com vontade de chorar. Eu não
sabia se o sonho tinha se concretizado ou se ainda estava sonhando.

Fomos logo em direção a ele, tirando muitas fotos pelo caminho e andando com cuidado, pois
o caminho até ele é de areia, pedras, algas e musgo. Era mais escorregadio que perigoso.
Pra dizer a verdade, parecia até um tapete de tão macio e fofinho que era pisar ali. A Pá
logo avistou um barco tradicional Zanzibariano e fomoo em direção a ele. Mas, antes, subi
as escadas que levam ao restaurante para deixar nossos chinelos e para ir ao banheiro.

Nossa reserva estava pronta e nossa mesa preparada a direita, sob uma janela que dava para
uma das vistas mais espetaulares que já tivemos.

Cumprimentei os garçons: Mambo Jambo, Habari za Mchana e disse que voltava em breve.

Fui em direção a Pa que ja estava dando uma volta pela parte mais fácil de areia e indo em
direção aos barcos. Ela corria, pulava, rodava de tão feliz! E de longe eu ouvia: Meu
amooorrr, vemmm, isso aqui é muito linnndooo, nooossaaa!!!

Ficamos tirando fotos por 40min, nem vimos o tempo passar ou sentimos o Sol das 13h45, foi
um dia perfeito!

Chegou a hora de almoçarmos, recebemos o menu e a carta de vinhos, que vinham enquadrados
com direito a moldura e vidro. Não resisti, eu tinha que celebrar, falei pro meu amor que
o momento pedia uma Champanhe, e mesmo ela não bebendo concordou! Escolhemos nossos
pratos, a Pa pediu um Tagliatelle com lagosta e eu o The Rock Special, um combinao com
lagosta, camarão jumbo, peixe e calamari.

Brindamos, tiramos mais fotos, e quando chegou a comida, OMG, WOW, era muita comida. Eu
não sabia que meu prato dava pra dois, vieram cerca de quatro lagostas pequenas, uma
fileira enorme de calamari, eu nunca havia visto calamari assim, parecia uma coluna
vertebral, branca cheia de vértebras, mas só de carne. Um camarão jumbo, jumbo mesmo e
mais dois filés de peixe, mas uma salada e batatas fritas de acompanhamento.

Comecei pelo camarão, uma delícia! Depois fiquei alternando entre os outros frutos do mar.
Por mais que eu me esforçasse, só não sobrou camarão, nem consegui tocar em duas das
lagostas e um filé inteiro do peixe. Foi meio triste não conseguir comer a comida, não
costumo deixar nada no prato, principalmente quando se trata de pratos tão gostosos e
raros no meu dia dia.

A Pá também não aguentou o dela, e o que geralmente acontece, eu como o que sobrou, mas
dessa vez, não teve jeito.

Bebi quase toda champanhe, já estava alegre com a comida e o lugar, fiquei mais ainda com
o álcool hehe.

Na frente do The Rocks, tem uma varanda, tipo um lounge, e ficamos lá tirando fotos
enquanto a maré subia e fazia o restaurante virar uma ilha.

Quando deu quase 16 horas, tomamos coragem de ir embora, não queríamos sair de lá, era uma
experiência meio mágica!

Mas, sabíamos que se já era hora de irmos!

Demos as últimas contempladas do restaurante e da paisagem e descemos as escadas para
andar até a praia, só que agora, com água até o joelho, um desfecho simplesmente pereito!

Da praia, tiramos as últimas fotos, encontramos uma local e pedimos pra ela registrar esse
momento inacreditável de nossas vidas: eu e meu amor em frente ao restaurante mais
incrível que já soubemos da existência!

01-IMG_2327 02-IMG_2336 03-IMG_2358 04-IMG_2363 05-IMG_2364 06-IMG_2369 07-IMG_2375 08-IMG_2377 09-IMG_2381 10-IMG_2390 11-IMG_2405 12-IMG_2415 13-IMG_2440 14-IMG_2458 15-IMG_2466 16-IMG_2478 17-IMG_2491 18-IMG_2495 19-IMG_2501 20-IMG_2502 21-IMG_2509 22-IMG_2515 23-IMG_2516 24-IMG_2517 25-IMG_2519 26-IMG_2526 27-IMG_2529 28-IMG_2538 29-IMG_2546 30-IMG_2555 31-IMG_2563 32-IMG_2565 33-IMG_2571 34-IMG_2579 35-IMG_2585 36-IMG_2594 37-IMG_2599 38-IMG_2606 39-IMG_2609 40-IMG_2610 41-IMG_2615 42-IMG_2620 43-IMG_2624 44-IMG_2635 45-IMG_2647 46-IMG_2656 47-IMG_2659 48-IMG_2660 49-IMG_2663

Kwa heri! Lala salama!

12 ideias sobre “Lua de Mel – Zanzibar – The Rocks”

    1. Acessível, especialmente pelo lugar e porque os pratos são enormes! Eu pedi o the rock special só pra mim mas dava pra dois fácil! Pra acompanhar pedimos também champanhe, afinal, estávamos em lua de mel e o lugar merecia ser celebrado! Uma curiosidade, como conheceu o blog?

  1. Obrigado pela rápida resposta…
    Pelo google, tava pesquisando sobre esse restaurante, aí vi teu post…
    Ah, descobri o restaurante por uma reportagem de uma revista

    1. Paguei US$ 100 para 6 horas de passeio, visitando o The Rocks, Paje Beach e ali por perto, saindo de Nungwi. No restaurante tem pratos de 20 a 50usd. O The Rock Special é 50usd e serve duas pessoas com o que há de melhor lá: lagosta, camarão, lula e peixe.

  2. Oi Adriano, achei muito legal seu post. Estou programando uma viagem para Zanzibar depois de dar uma passadinha pela montanha dos gorilas em Ruanda. Na verdade, resolvi ir para zanzibar depois de uma foto do The Rocks.. Achei a informação que precisava no seu post.. Pelo jeito o restaurante é imperdível… Legal a dica do taxi, pelo que vi no google , o restaurante é bem longe do hotel (resort)…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *