Colômbia – San Andrés

Contarei neste post o que minha mãe define como “ter a bunda virada pra lua”.

As fotos a seguir são do atol  Cayo Bolívar, pertencente ao arquipélago de San Andrés, Providencia e Santa Catalina.

Foi incrível como chegamos lá. Tudo começou no avião de Cartagena à San Andrés. Enquanto sobrevoávamos o Caribe, avistei da janela uma mancha de tons azul turquesa e achei que lá era o nosso destino, mas na verdade, era um atol 30km a sudeste deste.

O que avistei da janela do avião e achei que era San Andrés

Pousamos em San Andrés, fomos para nosso hotel, nos acomodamos e fomos agendar nossos mergulhos na agência Banda Dive, no lobby do hotel. Ao invés de narrar a conversa que tive com a dona da agência, Gloria, vou digitar o diálogo, que originalmente foi em espanhol:

Eu: -Boa tarde, gostaria de agendar um mergulho para duas pessoas.
Gloria: -Boa tarde, podemos marcar, mas não pode ser amanhã porque vou gravar um comercial de TV.
Eu: -Tudo bem… Nossa, que foto legal aquela ali no mural, aonde é?
Gloria: -Cayo Bolívar, é lá que vou gravar o comercial amanhã.
Eu: -Uau, que bonito, por falar em lugares lindos, o que é aquela mancha azul que eu vi no avião um pouco antes de pousar em San Andrés?
Gloria: -É Cayo Bolívar também…
Eu: -Séeerio? Que legal! E como eu faço pra ir pra lá?
Gloria: – Ihhh, é um pouco complicado… Você tem que conseguir uma lancha rápida e outras pessoas para ir junto para dividir as despesas, porque é um pouco longe e caro. Tem que sair cedo porque a maré mais tarde dificulta e inviabiliza a navegação da lancha… Agora, o mais dificil seria conseguir uma autorização especial, porque a ilha é uma base militar colombiana, militares moram lá patrulhando a área.
Eu: – Nossa! Complicado hein? E não dá pra me levar junto com você amanhã não? (sorriso de orelha à orelha)
Gloria: -Infelizmente não… Na verdade eu até vi vocês dois (eu e a Pá) fazendo o check-in e comentei com o produtor do comercial que tinha visto um casal de brasileiros muy bonitos…
Eu: -Sério??? Gloritaaa (brasileiro fica íntimo rápido), por favor, leva a gente?!!! Podemos fazer o comercial se ele quiser, nem cobramos cachet hehe…
Gloria: -Desculpa, não posso fazer isso, eu fui contratada pela produção para recebê-los no hotel e levá-los até a ilha, não posso me envolver em mais que isso…

Após algumas insistências, viramos amigos de Glorita, mas nenhum avanço em relacão à Cayo Bolívar…

Pá, Glorita e Eu

Eu: -Okay, então vamos mergulhar depois de amanhã…

Acertamos todos os detalhes do mergulho, mas antes de ir embora eu disse:

Eu: -Glorita, se encontrar com o produtor de novo, fala com ele que a gente quer muito ir hein?!!!
Gloria: -Até amanhã Adriano… (risos)

Gloria não falou com o produtor de novo…

Umas horas depois, 22:30, a Pá tentou usar a rede sem fio do hotel no quarto, mas não funcionou, então ela desceu para usar no lobby. Cinco minutos depois, um colombiano se aproxima, cumprimenta-a, pergunta seu nome, de onde era e por onde tinha viajado pela Colômbia. Ele se apresenta… como Jairo… um produtor… diz que está indo gravar um comercial… numa ilha… no dia seguinte…

Minha noiva, esperta, responde as perguntas e dá uma de Johnny Debruce (famoso “João sem braço”) acrescentando aos lugares que já tinhamos visitados, que gostaria muito de conhecer Cayo Bolívar comigo, mas que era tãooo difícil…

Jairo faz uma ligação, desliga o celular e diz que há dois lugares na lancha para nós e que era para estarmos prontos às 4h30 da manhã no lobby, pois partiríamos antes do Sol nascer.

No outro dia, lá estávamos nós, no horário e lugar combinado, quando Glorita nos avista e diz: “O que vocês estão fazendo aqui? (olhar de “que caras de pau!”)”. Respondemos que o produtor havia nos convidado e estávamos indo para Cayo Bolívar com ela. Ela não acreditou (acreditou sim), achou o máximo e nossa amizade deu continuidade hehe…

Fomos no carro dela até o porto, embarcamos, e 1 hora de lancha rápida depois estávamos lá, na ilha, paradisíaca, perfeita: areia branquinha, coqueiros, redondinha,  quando chegamos na ilha ela foi super atenciosa e disse pra gente aproveitar, o que não foi muito difícil (vide fotos).

Lancha que nos levou de San Andrés a Cayo Bolívar em Cayo Bolívar

Foi assim que conseguimos ir parar em Cayo Bolívar, na faixa e com direito a assistir a gravação de um comercial de chicletes equatorianos numa ilha paradisíaca da Colômbia, mas que fica mais perto da Nicarágua.

Eu e meu amor assistindo às gravações dos comerciais

Minha mãe acha que foi sorte, eu acho que foi uma mera questão de sentar no lado certo do avião, pegar a janela, olhar pra baixo na hora certa, fazer as perguntas certas, pras pessoas certas, insistir, ser simpático, não ter wireless no quarto e dar uma de Johny Debruce!

Como San Andrés se tornou parte especial da viagem, resolvi criar um álbum só para este arquipélago incrível. Meu próximo post será com os quatro vídeos dos comerciais do chiclete.  Curtam!

Álbum da Colombia – San Andrés

2 ideias sobre “Colômbia – San Andrés”

  1. Nossa… adorei seu post. Irei para San Andres com meu “namorido” dia 11 de agosto e estou super ansiosa!!!
    Li sobre Cayo Bolivar e na minha pesquisa encontrei seu blog. Poderia falar um pouco mais sobre essa autorização? Será que é tão difícil assim chegar lá?

    Abraço!
    Daniela

    1. Oi Daniela, que bom que curtiu o post! Vocês vão adorar lá, é muiiito bonito! Eu não sei ao certo como é essa autorização, mas a gente conseguiu ir porque o barco que estava indo gravar o comercial já tinha conseguido a autorização e fomos como se fossemos parte da equipe. Não deixem de ir para a ilha Aquários também, é sensacional. Vocês já reservaram hotel? Eu recomendo muito o Lord Pierre, a localização é excelente e é all-inclusive. O padrão não é muito alto, mas é um dos melhores da ilha e pelo que conversei com outras pessoas que pagaram para ficar nos melhores e mais caros, acho que não vale a pena. O que importa é que o banheiro é tranquilo e a cama é enorme! Além disso, o hotel tem o Banda Dive, que é a agência de mergulho que ficou responsável por levar a equipe da gravação para Cayo Bolivar e com quem agendamos nossos mergulhos. Falar com a Gloria ou Luis, os donos. Se você mencionar Adriano e Palloma do Brasil, que foram no comercial pra Cayo Bolivar e montaram um corda bamba no deck, com certeza eles vão lembrar hehe. Além disso, existe uma agência de turismo na frente do Banda Dive que oferece passeios para Cayo Bolivar. Espero que tenha ajudado, qualquer coisa é só mandar mensgem!

      Abraço,

      Adriano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *